Minas sustentável

A edição 91 do Responsabilidade Social.com mostra iniciativas socioresponsáveis implementadas em Minas Gerais. Na seção entrevista, falamos como Solange Bottaro, a nova diretora de Alianças e Parcerias da Fundamig. Ela atuará no biênio 2010/2011 e prevê muito trabalho à frente da instituição, que trabalha para promover o fortalecimento e o intercâmbio entre as entidades de Minas Gerais. Também destaca as prioridades da sua gestão e como instituição atuará para impulsionar o terceiro setor. Trata-se da primeira federação representativa de fundações criada no Brasil.

Já na seção notícias, mostramos a iniciativa da instituição de ensino Fundação Torino. A entidade instalou ventiladores movidos a energia solar. Já os espaços de grande circulação, como as quadras e o restaurante, já contam com exaustores eólicos para a refrigeração do ar. A ideia é que os estudante vivenciem a prática de respeito ao meio ambiente.

Em Juiz de Fora, 15 jovens de baixa renda de Juiz de Fora receberam os diplomas de soldador, após três meses de aulas teóricas e práticas. Eles participaram do projeto “Cidade da Solda”, realizado pela Fundação ArcelorMittal. Trata-se da primeira turma formada na cidade mineira. Os inscritos para a segunda turma, com início neste mês, já estão em processo de seleção e a expectativa é que, até dezembro deste ano, cerca de 60 jovens em situação de risco social aprendam o ofício.

A edição mostra também o desempenho do Ibram, órgão executor de políticas públicas ambientais e de recursos hídricos no DF, em 2009. Com uma gestão que contempla licenciamento, fiscalização, gestão de áreas protegidas e educação ambiental, a entidade tem investido para que o DF cresça de forma sustentável. Somente para o Programa Abrace um Parque, que atualmente desenvolve ações de revitalização em mais de dez espaços, foram destinados recursos superiores a R$ 4,5 milhões.

Em artigos, destacamos a gestão sustentável e comprometida com o social do reitor da Universidade Camilo Castelo Branco (Unicastelo), Gilberto Selber. À frente da instituição de ensino, instalada em Itaquera, São Paulo, ele comanda um projeto social que tem mudado a vida da comunidade de baixa renda local. Trata-se do Programa de Inclusão Social e Cidadania, mais conhecido como Dinda. A iniciativa atende hoje mais de 500 pessoas.

Por fim em artigo, a mestre em Ciência da Religião, Alane Lucena, fala sobre o que fomentou o surgimento da responsabilidade social empresarial. No artigo ela destaca que essa preocupação se deu pelo aumento da complexidade dos negócios, em decorrência da globalização e da velocidade das inovações tecnológicas e da informação além da competitividade no mercado. Nesse contexto, as empresas e demais comunidades viram a necessidade de programarem projetos nas áreas sociais e ambientais.

Boa Leitura!




Também nessa Edição nº: 91
Perfil: Gilberto Selber
Entrevista: Solange Bottaro (2010/03)
Artigo: Responsabilidade social e projeto de qualidade de vida nas empresas
Notícia: O que deu na mídia (edição 91)
Notícia: Instituto ambiental do DF apresenta balanço
Notícia: Em busca por emprego
Notícia: Sustentabilidade se aprende na escola
Oferta de Trabalho: Procura-se (03/2010)