O que deu na mídia (edição 196)

app_sphere_news

Crime ambiental movimenta US$ 2,5 bi – “Envolverde” – 21/07/2015

Pássaros silvestres mantidos em cativeiro foram recuperados pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública, no último dia 7, em Campo Grande (MS). Os 14 canários-da terra, os dois sabiás e mais dois curiós recuperados foram levados para um centro de reabilitação de animais, para que fossem avaliados por biólogos e devolvidos ao seu habitat natural. “Felizmente estes bichos foram salvos antes de serem vendidos ilegalmente. Mas, lamentavelmente, estima-se que cerca de 38 milhões de exemplares são retirados da natureza e comercializados no Brasil, por ano”, diz Eliézer José Marques, presidente do CRBio-01 – Conselho Regional de Biologia – 1ª Região (São Paulo, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul).

Campanha sobre câncer de mama traz ampulheta que ‘corre para cima’ ao DF – “G1” – 21/07/2015

Uma ampulheta com mais de dois metros de altura, em que o tempo “corre para cima”, chega a Brasília no fim deste mês como símbolo da campanha “Por Mais Tempo”, que discute a qualidade de vida de mulheres com câncer de mama em metástase. O relógio representa a luta contra o tempo enfrentada pelas pacientes e alerta para a necessidade de tratamentos mais avançados na rede pública. Segundo os organizadores, a ação deve começar no dia 30 de julho na rodoviária do Plano Piloto. Desde junho, a escultura foi exposta no vão central do Masp, em São Paulo, e em um shopping da cidade. No lançamento da campanha, no mês passado, o Museu Nacional, em Brasília, foi iluminado em rosa e decorado com o laço que simboliza as campanhas de prevenção.

Novo radar orbital vai melhorar fiscalização do desmatamento na Amazônia – “EBC” – 21/07/2015

O trabalho de detecção do desmatamento na Amazônia vai ficar mais eficiente, em breve, com o uso de um radar orbital capaz de monitorar a região mesmo quando o tempo está encoberto por nuvens. O contrato de financiamento para a compra de imagens de radares acoplados a satélites foi assinado hoje (20) no Ministério da Defesa, pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipan) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES). A medida faz parte do projeto Amazônia SAR, do Gabinete Permanente de Gestão Integrada para Proteção do Meio Ambiente, ligado ao Ministério da Defesa. Com a nova tecnologia, a área vigiada será mais de três vezes maior, equivalente a 950 mil quilômetros quadrados (km2), e a frequência de coleta das informações será diária. Pelo sistema atual, 280 mil km2 são monitorados a cada 15 dias.

Lideranças Inovadoras para a Sustentabilidade – “PUC-SP” – 22/07/2015

O Programa LIS enfoca dilemas e contradições do mundo atual, inspirando novas práticas e despertando uma consciência mais abrangente e profunda. O LIS desenvolve novas maneiras de pensar, e mais alcance no sentir a diversidade e complexidade, integrando inovação nos negócios e um viver sustentável. Essa integração trabalha muitos conflitos existentes nas organizações, na vida social e no próprio indivíduo. A partir de uma abordagem educacional colaborativa, onde as pessoas são instigadas a se desenvolverem e cooperarem de forma integrada com o mundo e os negócios, o programa percorre de forma crítica e aberta por questões de mercado e da sociedade. Iluminam-se a crise de modelos vigentes de crescimento, as muitas interrogações organizacionais, e a geração de inovações de ruptura, ao longo do curso. Em sua trajetória, o participante do LIS encontra novas formas de liderar que o torna capaz de estabelecer novos rumos a carreiras e negócios. O participante encontra na vocação multisetorial do curso a percepção sistêmica entre governo, sociedade e gestão, de forma integrada à vida.

Prefeitos brasileiros vão a encontro sobre desenvolvimento no Vaticano – “Globo.com” – 22/07/2015

Diversos prefeitos brasileiros, entre eles o de São Paulo, Fernando Haddad (PT), participavam nesta terça-feira (21) de uma audiência sobre o desenvolvimento sustentável das cidades no Vaticano. O tema sustentabilidade foi um dos pilares da encíclica [carta circular] do Papa divulgada no mês de junho. Haddad falou sobre sustentabilidade e desenvolvimento humano por volta das 11h30 locais (6h30 de Brasília). Além dele, também foram ao Vaticano o presidente da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) Marcio Lacerda, de Belo Horizonte, e ACM Neto, de Salvador, entre outros. Prefeitos de outras cidades do mundo também estavam presentes, como o de Nova York, Bill de Blasio. Está previsto um encontro da delegação brasileira com o Papa Francisco, no qual eles entregarão uma carta ao pontífice.

Meio ambiente muda uso de água e energia – “Proclima” – 23/07/2015

A economia de água e energia, que se verifica atualmente no País, é motivada por consciência ambiental. É o que revela a pesquisa Consumo Consciente, de junho de 2015. Dentre os oito motivos listados, o maior percentual dos que economizam água e energia tomam essa atitude para preservar um bem que não é infinito (32,7%). O público que mais se destacou foi o jovem (18 a 29 anos) com 37,9%. A pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do portal de Educação Financeira ”Meu Bolso Feliz”, realizada em todas as capitais, também apontou as atitudes mais corriqueiras quando o tema é a economia desses bens. A principal atitude para não desperdiçar água é fechar a torneira enquanto escova os dentes (90,4%). Outra ação comum é não lavar a casa ou a calçada com mangueira (88,3%).

Esboço de acordo climático da ONU deve ser mais curto e claro, diz diplomata – “UOL” – 24/07/2015

Os ministros que estão trabalhando em um novo acordo da Organização das Nações Unidas (ONU) para lidar com a mudança climática, que deve ser firmado em dezembro, precisam de um texto mais curto e mais administrável do que o rascunho atual para negociar, disse um diplomata envolvido nas negociações, após conversas informais em Paris. “Precisa ser algo que as pessoas consigam entender, com o qual consigam trabalhar e a partir do qual consigam negociar”, disse o ministro das Relações Exteriores das Ilhas Marshall, Tony de Brum, à Thomson Reuters Foundation, por telefone da França. A versão atual do esboço do texto é um documento de 85 páginas de opções, incorporando as exigências das quase 200 nações que participam do processo. Na última rodada de conversas formais da ONU em junho, os negociadores reduziram o documento somente em algumas poucas páginas e encarregaram os vice-representantes de prepararem uma nova versão, que deve ser apresentada na sexta-feira.

Mortandade de 40t de peixes no rio Tietê gera multa de mais de R$ 200 mil – “G1” – 24/07/2015

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) divulgou nesta quarta-feira (22) o relatório com as causas da grande mortandade de peixes no Rio Tietê, em Salto (SP), no fim do ano passado. Na época, as águas do rio ficaram pretas, um fenômeno provocado pela movimentação de resíduos no fundo do rio, provocado pelas chuvas. O documento divulgado pelo órgão aponta responsabilidades da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) e do Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee), órgãos do Estado de São Paulo. Ambas foram multadas em 10 mil UFESPs, o que equivale a aproximadamente R$ 210 mil. As empresas foram notificadas na semana passada e têm 30 dias para se posicionarem. Ao Daee, a Cetesb ainda solicita a criação de um plano de desassoreamento para remover resíduos das barragens de Pirapora e Rasgão, localizadas na cidade de Pirapora do Bom Jesus, já que o órgão não descarta que o fenômeno da água preta volte a ocorrer caso a limpeza da barragem não seja feita.

Buenos Aires se torna capital mundial da inteligência artificial – “UOL” – 25/07/2015

Buenos Aires se transformará a partir deste sábado até a próxima sexta-feira na capital mundial da inteligência artificial (IA), e receberá mais de 1.200 pesquisadores que trabalham para “conseguir que os computadores pensem e aprendam”, como descreveu o pioneiro americano John McCarthy. A Conferência Internacional Conjunta de Inteligência Artificial incluirá palestras com os maiores cérebros nesta área, como os pesquisadores do Google, Evgeniy Gabrilovich e Julien Cornebise, o neurocientista especializado no estudo da consciência, Christof Koch e com a professora de ciências da computação e robótica Manuela M. Veloso.

Escolas de SP promovem experiências pela cidade – “Por Vir” – 25/07/2015

Um dos muitos exercícios que a escola de São Paulo EMEI Monteiro Lobato possibilita a seus alunos é o registro do olhar fotográfico de cada um em visitas pedagógicas pela cidade, como ao Museu de Arte Brasileira (MAB), ao Instituto Moreira Salles e à Biblioteca Monteiro Lobato. A partir de questionamentos dos alunos, a gestão escolar agendou mais uma visita a um espaço educativo da cidade: o zoológico municipal. Classificados pela diretora da EMEI, Eloisa Bassani, como “vivências diferenciadas”, esses momentos de aprendizagem externa se tornaram comuns na rotina escolar – são valorizados não apenas pelas crianças, mas também pelos docentes, funcionários e famílias.

Competição premiará startups sustentáveis – “VivaGreen” – 25/07/2015

Pela segunda vez consecutiva acontece no Brasil a competição entre startups sustentáveis, SB Innovation Open, que premiará desenvolvedores de produtos e soluções inovadores na área de sustentabilidade. O negócio social, Retalhar, está entre os 31 candidatos. Idealizado por Jonas Lessa e Lucas Corvacho, a startup é especializada na gestão de resíduos têxteis que tem como objetivo gerar impacto social por meio de produtos e serviços que promovam a reutilização ou reciclagem desse tipo de material. A votação segue até 24 de julho! As fases finais da competição ocorrem durante a conferência Sustainable Brands Rio, uma grande oportunidade de visibilidade para os empreendedores.

Leilão de energia eólica e solar tem 1.379 projetos cadastrados – “Ambiente Energia” – 26/07/2015

O segundo leilão de energia de reserva feito pelo governo brasileiro, marcado para 13 de novembro, terá 1.379 projetos, sendo 730 empreendimentos de energia eólica e 649 de energia solar fotovoltaica. O total oferecido soma 38.917 megawatts (MW) em capacidade instalada. A informação foi divulgada, em nota, pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE). O presidente da EPE, Maurício Tolmasquim, destacou em nota que o leilão bateu recorde de projetos, “o que demonstra o interesse crescente dos investidores por energias renováveis”. O estado campeão nesses segmentos energéticos é a Bahia, com 243 projetos de energia eólica e 192 de geração solar, totalizando 12.099 MW. Em segundo lugar, vem o Rio Grande do Norte, com 184 projetos eólicos e 97 de energia solar, com total de 7.648 MW. Em seguida, aparecem o Piauí, com 4.242 MW (89 projetos fotovoltaicos e 46 eólicos), o Ceará (3.324 MW, sendo 95 projetos de energia eólica e 34, solar) e o Rio Grande do Sul (2.365 MW, 107 projetos só de energia eólica).

Juventude conectada para mudar o País – “Portal Brasil” – 26/07/2015

Lançado pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), o aplicativo da 3ª Conferência Nacional de Juventude (prevista para ocorrer em dezembro, em Brasília) permitirá que qualquer jovem a partir de 15 anos faça propostas a serem debatidas durante o evento. “Por meio dele, a gente vai eleger 600 delegados e 305 propostas (…)”, explica o secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina, em depoimento exclusivo ao Portal Brasil. Para Medina, a iniciativa do governo federal inova nos métodos de participação social e estimula a juventude a ingressar na construção de um País melhor. “Nós vamos utilizar a internet como uma ferramenta de diálogo, de potencialização de ações locais, enfim, de ativar toda uma rede de jovens que já namora pela internet, que já se encontra”, disse.

FAO lança novo debate on-line sobre nutrição escolar; opiniões podem ser enviadas até 5 de agosto – “Akatu” – 26/07/2015

A Organização para a Alimentação e a Agricultura das Nações Unidas (FAO) lançou nesta segunda-feira (20/7) uma nova discussão on-line sobre a alimentação escolar. Sob o tema “Como a alimentação escolar e atividades de nutrição podem promover hábitos alimentares saudáveis ao longo da vida”, os participantes são convidados a contribuir, respondendo a três perguntas até o dia 05 de agosto. Programas de alimentação escolar e alimentação escolar e nutrição estão atualmente ganhando visibilidade e sendo implementados na África. Esta nova discussão online lançada pela FAO tem como objetivo compartilhar experiências e pontos de vista sobre as características destes programas e sobre como ampliá-los e fortalecer seus impactos a longo prazo. Existe um consenso global que reconhece a nutrição infantil como um elemento essencial para melhorar não só a saúde e o bem-estar das crianças em todo o mundo, mas também o desenvolvimento social e econômico das comunidades e países.

Mesmo com política de resíduos, 41,6% do lixo tem destino inadequado – “G1” – 21/07/2015

Mesmo com o fim do prazo para a aplicação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) em 2014, a situação do destino do lixo no Brasil pouco mudou. Se, em 2013, 41,7% do lixo era depositado em locais considerados inadequados (lixões e aterros controlados), em 2014, essa parcela foi de 41,6% – redução de apenas 0,1 ponto percentual. Nos últimos 11 anos, o aumento da geração de lixo no país foi muito maior do que o crescimento populacional. De 2003 a 2014, a geração de lixo cresceu 29%, enquanto a taxa de crescimento populacional foi de 6%. Mesmo com a retração econômica, o ano de 2014 registrou um aumento da produção de lixo por pessoa em comparação ao ano anterior. Cada brasileiro produziu em média 1,062 kg de resíduos sólidos por dia. Ao longo do ano, foram 387,63 kg de lixo per capita, aumento de 2% em relação a 2013.

USP estuda a influência da percepção de sabores na obesidade – “G1” – 27/07/2015

Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto (SP) estão tentando descobrir se a percepção de sabores pode influenciar na obesidade. O estudo, desenvolvido pelo Departamento de Nutrologia, analisa a reação desses pacientes com o sabor amargo para, a partir daí, entender se existe alguma relação entre a capacidade gustativa e o excesso de peso. O coorientador da pesquisa, José Henrique da Silva, explica que o objetivo é entender de que forma a percepção do paladar influencia na seleção dos alimentos. “O ser humano tem diversos receptores na língua sensíveis ao gosto amargo. É esperado que os obesos tenham a sensibilidade alterada para percepção do gosto amargo quando comparado a pessoas não obesas”, diz.

Polícia intensifica monitoramento por satélite para evitar queimadas – “G1” – 27/07/2015

As chuvas neste inverno não têm sido suficientes para evitar um problema que se repete todo ano: as queimadas. Por isso o monitoramento por satélite é intensificado pela Polícia Ambiental na região de São José do Rio Preto (SP). O inverno deste ano começou com chuva e deu uma aliviada no tempo seco que é típico nesta época do ano. Mas o período é de estiagem e as queimadas continuam sendo uma ameaça. Um canavial de 30 hectares, em Tanabi (SP), pegou fogo no último domingo (19) e destruiu parte da vegetação nativa que existia no local. Algumas árvores não resistiram, sem falar nas aves e animais que ficaram sem o seu habitat.

Produzir sem degradar: o meio ambiente agradece! – “WWF” – 27/07/2015

A 50 km de Brasília, em Planaltina ou, mais especificamente, na comunidade Pipiripau II mora a agricultora Fátima Cabral. Nasceu no Rio Grande do Sul, mas foi no Cerrado que construiu sua vida e onde conheceu a importância de conservar o solo e a água. D. Fátima, como todos a conhecem, vive às margens da bacia do rio Pipiripau, que abrange uma área de 235 km² na região nordeste do Distrito Federal, e que tem grande importância para as regiões administrativas de Planaltina e Sobradinho, pois fornece água para mais de 200 mil pessoas. Trabalhar de forma sustentável sempre foi algo que a agricultora defendeu em sua propriedade, mas faltava conhecimento e ferramentas para colocar as ações em prática.

Milhões para conservação da natureza – “TN Sustentável” – 28/07/2015

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza divulgou a lista das novas iniciativas de conservação da natureza que serão apoiadas a partir do segundo semestre deste ano. No total, serão investidos cerca de R$ 2,3 milhões em 17 novas iniciativas que acontecerão na Amazônia, Mata Atlântica, Caatinga, Pampa e ecossistema marinho. As pesquisas foram selecionadas por meio de duas chamadas públicas que selecionaram projetos em todo o país. Entre os escolhidos, destaca-se a iniciativa que pretende criar a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Ararinha-azul, em Curaçá (BA). O objetivo é oferecer um habitat conservado para reintroduzir a ararinha-azul (Cyanopsitta spixii) na Caatinga, ambiente natural que é exclusivamente brasileiro.

Brasil controlará uso de mercúrio no País – “MMA” – 28/07/2015

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) terá, até 2017, diagnóstico preciso da situação atual do mercúrio no País, em especial um inventário de emissões e liberações. O documento trará, também, uma avaliação da infraestrutura e capacidade nacional para a gestão do mercúrio, inclusive a legislação nacional. O inventário é resultado do Projeto de Desenvolvimento da Avaliação Inicial da Convenção de Minamata sobre Mercúrio no Brasil que será lançado, nesta terça-feira (28/07), pelo MMA, em parceria com o Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF) e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). O evento acontece durante todo o dia no Hotel Kubitschek Plaza, em Brasília.

Iniciativa da FAO irá educar crianças em todo o mundo sobre a importância dos solos – “ONU Br” – 28/07/2015

Uma nova série de materiais educativos desenvolvido pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e pela Associação Nacional para Conservação de Distritos (NACD), sediada em Washington, nos Estados Unidos, está ensinando as crianças a importância de solos saudáveis para a nossa comida, ambiente, meios de vida e bem-estar. O material composto por jogos de palavras, quebra-cabeças, atividades de desenho e outros elementos interativos, foi desenvolvido como parte da iniciativa Ano Internacional dos Solos (IYS2015, na sigla em inglês) e tem como alvo crianças entre 5 e 14 anos. As quatro cartilhas educativas são projetadas separadamente para iniciantes, intermediários, avançados e jovens estudantes, acompanhados por um guia do educador para os professores.

Meio Ambiente aprova suspensão da exploração do gás de xisto por cinco anos – “Câmara dos Deputados” – 28/07/2015

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou projeto, do deputado Sarney Filho (PV-MA), que suspende a exploração do gás de xisto pelo período de cinco anos. O relator, deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), votou pela aprovação da proposta (PL 6904/13), com emendas. O texto prevê que, no período de cinco anos, caberá ao Poder Público elaborar termo de referência dos estudos necessários ao respectivo licenciamento ambiental da atividade, além de prever os critérios vigentes para a concessão para exploração do gás de xisto, como já estabelecidos no texto original. A proposta aprovada acrescenta ainda ao projeto a previsão de o Poder Público promover estudos comparativos de alternativas para suprimento de energia em lugar da exploração do gás de folhelho (de xisto).

Captação de água da chuva em prédios novos poderá ser obrigatória – “CBN” – 29/07/2015

Proposta em análise na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) determina que novas construções residenciais, comerciais e industriais, públicas ou privadas, tenham em seu projeto técnico item referente à captação de água da chuva para uso não potável. O PLS 324/2015, de iniciativa do senador Donizeti Nogueira (PT-TO). A emissão de cartas de habite-se das edificações será condicionada ao atendimento dessa exigência. O projeto estabelece também que as construções já existentes sejam adaptadas sempre que for técnica e financeiramente viável. O autor do projeto argumenta que o objetivo é impedir o desperdício de água limpa, reduzindo seu consumo, por meio da substituição por água da chuva em atividades que não exijam consumo direto, como as de limpeza.

Especialistas debatem produção responsável de madeira – “WWF” – 29/07/2015

Promover reflexões sobre o mercado da construção sustentável no Brasil é um dos objetivos da Greenbuilding Brasil Conference (GBC), a maior conferência sobre o tema na América Latina, que ocorre no próximo mês em São Paulo (SP). As instituições signatárias do Programa Madeira é Legal, entre elas o WWF-Brasil, vão promover duas palestras no dia 12 de agosto sobre o mercado de madeira responsável em nosso País, as oportunidades e desafios deste setor. Às 9h30, tem início a palestra “Madeira na Construção: desafios e experiência em 200 canteiros de obra”. De responsabilidade do Conselho Brasileiro de Manejo Florestal (FSC ® Brasil), estão confirmados como palestrantes o coordenador do Programa Amazônia do WWF-Brasil, Marco Lentini; o consultor do Centro de Tecnologia em Edificações (CTE), Renato Salgado; e a diretora-executiva do (FSC ® Brasil), Fabíola Zerbini.

Desmatamento em Bornéu coloca orangotangos em risco de extinção – “UN Multimedia” – 30/07/2015

O Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, calcula que 80% do habitat dos orangotangos da ilha de Bornéu pode desaparecer até 2080, caso nada seja feito para mudar o atual ritmo de exploração da terra. Cerca de 55 mil orangotangos de Bornéu vivem nas florestas da terceira maior ilha do mundo, localizada no sudeste asiático, entre Malásia e Indonésia. Segundo o Pnuma, o desenvolvimento agrícola na região tem sido enorme, com as florestas sendo utilizadas principalmente para a extração do óleo de palma. Com isso, os orangotangos de Bornéu podem ser extintos nas próximas décadas se não houver nenhuma mudança para diminuir os impactos ambientais do desmatamento.

Esgoto tratado favorece agricultura e poupa água para consumo, mostra estudo – “Olhar Direto” – 30/07/2015

O emprego da água de esgoto tratado (efluente) na agricultura aumenta a produtividade, segundo estudo do Núcleo de Pesquisa em Geoquímica e Geofísica da Litosfera da Universidade de São Paulo (USP). Pesquisadores testaram, durante 15 anos, as vantagens do uso dessa água, que contém minerais e nutrientes como nitrogênio e fósforo, importantes no desenvolvimento das plantas. Para o professor de geoquímica e ambiente da USP Adolpho Melfi, a água usada atualmente na irrigação das lavouras pode ser substituída com segurança pelo efluente, o que pouparia água potável importante no abastecimento das cidades. “A agricultura utiliza praticamente 70% da água que poderia ser para o consumo humano”, explica. Atualmente, o efluente só pode ser usado na lavagem de ruas e irrigação de jardins, por não haver legislação que autorize o seu uso no campo.




Também nessa Edição nº: 196
Perfil: Instituto GMK
Entrevista: Denise Figueiredo, diretora de marca da Natura
Artigo: Brincar de corpo inteiro é substituir a televisão, o videogame e o computador
Notícia: Arte a serviço da solidariedade
Notícia: Demarest Advogados publica Relatório de Cidadania
Notícia: Cocriando Natura convida o público a criar soluções para diminuir o desperdício junto com a marca SOU
Oferta de Trabalho: Oportunidade de Trabalho