Benedita da Silva

Benedita da Silva

Benedita da Silva

A RESPONSABILIDADESOCIAL.COM dessa semana homenageia a Ministra da Assistência e Promoção Social, Benedita da Silva, a qual assume uma das pastas mais desafiadoras do Governo Lula. Benedita da Silva vem de uma família de quinze irmãos do morro do Chapéu Mangueira, Rio de Janeiro. Desde cedo trabalhou como engraxate, camelô, doméstica e vendedora de pastel. A infância marcada pelo trabalho seria ainda vitimizada por um estupro ainda adolescente. Quem sonharia que a antiga favelada, evangélica, por anos rotulada como “mulher, negra e favelada”, viria a ser vereadora, senadora, governadora e ministra? Pois assim foi. Benedita da Silva é hoje uma das figuras emblemáticas do Partido dos Trabalhadores e ainda tem um longo caminho político pela frente.

A carreira política começaria em 1982, no momento de sua eleição como vereadora, com parcos 8.000 votos, um contraste com os 2.248.861 votos que mais tarde receberia como Senadora. No Senador, Benedita foi responsável por projetos hoje conhecidos por todos, como a proteção contra crimes de violência doméstica e a cota mínima de 20% das vagas de instituições de ensino superior para alunos carentes. Do Senado, sua carreira política a levaria como Vice-Governadora na chapa Garotinho. Após o governo estadual no Rio de Janeiro, Benedita seria chamada pelo Presidente Luís Inácio Lula da Silva a compor seu gabinete, dessa vez na qualidade de Ministra da Assistência e Promoção Social.

Viúva duas vezes, Benedita também foi auxiliar de enfermagem e estudante de serviço social. A Ministra Benedita é hoje casada com o ator Antônio Pitanga, seu fiel escudeiro desde 1993.


Site: www.assistenciasocial.gov.br

Também nessa Edição nº: 3
Entrevista: Helena Bomeny
Artigo: SA 8000 – O modelo ISO 9000 aplicado à responsabilidade social*
Notícia: O que deu na mídia (Edição 3)
Notícia: Como vai a menina dos olhos de Lula?
Notícia: Bombeiro Amigo da Criança
Notícia: Lixo: fonte de vida e trabalho