Projeto Dançarte

foto_2010_C

Projetos Sociais usando dança abundam pelo País. A quantidade é tão expressiva que já mereceu vários estudos, pesquisas, encontros, seminários e simpósios direcionados a este tema do 3º setor. Trata-se de um fenômeno tão complexo e importante que anda a merecer algum estudo sério, especialmente porque aponta uma tendência de valorização do marketing social em detrimento ao marketing cultural.

Num país com os abismos sociais como o nosso, o caso das artes serem entendidas como principal instrumento de resgate e inclusão não causam estranheza, o que espanta, no caso da dança, é o fato de serem tão poucos os projetos que trabalham com um conceito de dança pertinente a esse tipo de ação e o quão sério são as conseqüências destas propostas para a dança brasileira.

Conexo a tudo isso, o Projeto Dançarte vêm com perspectivas sociais bem definidas, com o objetivo de ampliar e estimular a produção e o consumo da arte e cultura, não somente como desenvolvimento intelectual, do saber, mas como um conjunto de valores sociais e costumes que contribuem para a construção da cidadania e promovem a inclusão social, não só de jovens e crianças, mas também, de adultos e terceira idade, em busca de uma vida compartilhada e articulada.

Por isso, nos é muito enriquecedor um trabalho artístico que nos leve a dar sentido, e a ordenar nossas experiências humanas, acreditamos que a dança tenha essa capacidade de trazer a tona à consciência de si e dos demais, por intermédio do corpo, viabilizando uma relação mais rica entre o mundo interior e exterior deste corpo, integrando as diferentes culturas e classes sociais.

INGRESSO NO PROJETO

Não existe processo de seleção e nem obrigatoriedade alguma quanto às aulas colocadas à disposição das crianças, ou seja, cada uma escolhe a atividade que mais se identifica, é tão somente exigido o compromisso com o projeto através da disciplina e freqüência nas aulas, que elas passem por um exame médico e fisioterapêutico e estejam matriculadas em escola da rede pública ou particular.

Esse compromisso também é vinculado aos responsáveis das crianças, pois o trabalho também é estendido a eles através de nossas idas aos teatros, através de aulas práticas e teóricas para eles com profissionais contratados especificamente com este intuito de fortalecer os laços e vínculos familiares, criando um fator comum de interesse entre a criança e o adulto que responde como seu responsável.


Projeto Dançarte - www.projetodancarte.com.br

Também nessa Edição nº: 194
Entrevista: Liane Rotta
Artigo: Brasil, Futuro Próximo: Como Fica a Responsabilidade Socioambiental Empresarial?
Notícia: Food Truck Sustentável chega ao Extra e oferece aulas gratuitas de aproveitamento de alimentos
Notícia: O que deu na mídia (edição 194)
Notícia: Em nova etapa do Troco Solidário, Comper arrecada mais de R$ 79 mil para creche do Gama
Oferta de Trabalho: Oportunidade de Trabalho