Rone Fernandes, da Clínica de Assistência Médica Anchieta

Alfaparf Yellow, Projeto Beleza em Todas as Suas Formas, Parceria Alfaparf x Camim,  Rio de Janeiro, 17/02/2016 foto: Márcio Cassol

Alfaparf Yellow, Projeto Beleza em Todas as Suas Formas, Parceria Alfaparf x Camim, Rio de Janeiro, 17/02/2016 foto: Márcio Cassol

Em tempos de crise, existe muito pessimismo nas mais diferentes empresas. E em momentos como o atual do país, as providências mais comuns tomadas para enfrentar as dificuldades e amenizar os seus efeitos passam pelo corte de custos e pela demissão de funcionários. Agora, o que pensar de uma empresa reconhecida por excelência em atendimento e que, mesmo nesse contexto, ao invés de demitir, emprega, investe e contrata pessoas com deficiência intelectual?

Essa foi a atitude de Rone Fernandes, diretor administrativo da Clínica de Assistência Médica Anchieta (Camim), que, disposto a mudar este cenário, em parceria com a Beleza Projetos Consultoria, foi responsável pela inclusão de dois jovens com deficiência intelectual no seu quadro de funcionários, na unidade Anchieta (RJ).

– É necessário promover a diversidade no mercado de trabalho e isso só traz benefícios para as empresas, pois abre as portas para pessoas cheias de sonhos e obstinadas a alcançar seus objetivos, mas que ainda têm de enfrentar diariamente o preconceito, a falta de oportunidades e portas fechadas. São as primeiras contratações por meio da parceria com a Beleza Projetos Consultoria e um ponto de partida para mais projetos com esse foco – revela Rone.

Os jovens são atendidos pela Sociedade Beneficente de Anchieta (SBA) e a ação inclusiva foi chancelada pelo Instituto Brasileiro Pró Educação, Trabalho e Desenvolvimento (ISBET).

A iniciativa da Camim, que dentro da lei de cotas não teria obrigatoriedade em contratar pessoas com deficiência intelectual por ser uma empresa de médio porte, visa melhorar o desenvolvimento da equipe, pois elas tendem a ter mais atenção, pontualidade e se comprometem por completo com as tarefas diárias, que muitas vezes passam despercebidas na rotina corrida dos profissionais.

– Precisamos de mais empresas que façam o que a Beleza Projetos se propõe. Até porque nosso mercado hoje é multifuncional, o que aponta para a necessidade de iniciativas que tenham um olhar livre de preconceitos para que se oportunize a inclusão social – ressalta Fernandes.

Iniciada em 2013, a Beleza Projetos Consultoria surgiu com o intuito de incluir jovens com deficiência intelectual no mercado de trabalho por meio do curso de auxiliar de cabeleireiros denominado “Beleza em Todas as Suas Formas”, do Grupo Alfaparf. “A nossa proposta é que os jovens exerçam sua cidadania através da inclusão no mercado de trabalho”, explica Kátia Coutinho, coordenadora geral do projeto.

– Fiquei muito feliz por ter sido um dos escolhidos. Acredito que estou apto a assumir novas responsabilidades e esta é uma oportunidade de lidar com o público e ultrapassar novos obstáculos”, comemora Ruan Gomez, um dos contratados pela clínica.

Silvia Regina Pereira, mãe de Marcos Matheus Pereira, o segundo contratado pela Camim, revela: “Ele ficou muito animado, já contou para toda a família. É o seu primeiro trabalho e poder lidar com responsabilidades e com outras pessoas vai ajudar ainda mais no seu desenvolvimento”.

– Queremos que eles tenham uma integração bem-sucedida no ambiente de trabalho, pois consideramos de suma importância para o crescimento pessoal e também para a nossa empresa. Esta iniciativa não visa mostrar nada à sociedade. Na verdade, queremos que eles tenham autonomia e tornem-se cidadãos, podendo exercer seus direitos e cumprindo seus deveres – completa o diretor da rede de clínicas Camim.

A Beleza Projetos, até o fim de 2015, através de outro projeto, já contava com mais de 22 jovens e adultos com deficiência intelectual incluídos no mercado de trabalho nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, como auxiliares de cabeleireiro em salões de beleza. Segundo a consultora, Flávia Cortinovis, chegou a hora de abrir postos de trabalho em outros segmentos além do mercado de beleza. “Queremos fazer essa integração não somente na área de beleza, mas estender nossas atividades para diversos outros segmentos. Começamos no Rio de Janeiro, onde estamos localizados, mas nossa intenção é levá-lo para todo o Brasil. Devido ao restrito incentivo do governo e da falta de informação dos familiares, muitos jovens não têm acesso a programas como este. Vamos preencher esta lacuna, estimulando principalmente os pais que têm filhos com deficiência intelectual. Ouvimos muitas histórias de pais que tiveram as portas fechadas para seus filhos, mas que, por meio dos projetos de inclusão produtiva, viram grande mudança, não somente em relação à inclusão no mercado de trabalho, mas também no cotidiano junto aos familiares e à sociedade. Isso é muito gratificante – conta orgulhosa Cortinovis.


A sua empresa também pode integrar esse time e fazer a diferença na vida de muita gente! Saiba como entrando em contato pelos emails contato@belezaprojetos.com.br ou fcortinovis@belezaprojetos.com.br

Também nessa Edição nº: 207
Artigo: Bullying no ambiente escolar
Artigo: O Consumo construindo cidadania
Notícia: CARTILHA: Primeiros passos para a sustentabilidade nos negócios
Notícia: O que deu na mídia (edição 207)
Notícia: Saiba como destinar parte do Imposto de Renda para fundos e projetos sociais