OCEANA

ONG-lanza-una-campaña-para-proteger-el-ecosistema-del-Archipiélago-de-Juan-Fernández

A Oceana foi criada em 2001 por um grupo de fundações líderes em conservação- Pew Charitable Trusts, Oak Foundation, Marisla Foundation (previamente Homeland Foundation), e Rockefeller Brothers Fund.

Em 1999, essas fundações financiaram um estudo que revelou que menos de 0,5% de todos os recursos financeiros utilizados por ONGs ambientalistas nos Estados Unidos eram destinados à conservação marinha – uma estatística alarmante. Até então, não existia nenhuma organização trabalhando exclusivamente para proteger e recuperar os oceanos em uma escala global.

Para preencher essa lacuna, a Oceana foi criada: uma organização internacional focada exclusivamente nos oceanos, dedicada a promover mudanças mensuráveis através de campanhas nacionais.

O Projeto Ocean Law- também iniciado pelo Pew Charitable Trust- foi incorporado em 2001 como o braço jurídico da Oceana. Em 2002, a Oceana fundiu-se com a American Oceans Campaign, fundada pelo ator e ambientalista Ted Danson, para lidar de uma forma mais efetiva com a nossa missão comum de proteger e restaurar os oceanos do mundo.

Desde sua fundação, a Oceana já conquistou mais de 100 vitórias e protegeu mais de 2 milhões de quilômetros quadrados de oceano. A ONG acredita que o Brasil precisa investir na produção de dados e no manejo da pesca no país. Hoje em dia, não se sabe bem quantos barcos de pesca existem no país. Desde 2008 não há coleta de dados sobre os desembarques da pesca no Brasil. Isso é um dos problemas do setor; a pesca não manejada e intensa, acima da capacidade de as espécies se reporem, é um impacto talvez maior que o da poluição.

No Brasil, a Oceana trabalha pelo ordenamento da pesca, aprimoramento das políticas de conservação marinha e de manejo sustentável dos recursos pesqueiros, além da efetiva implementação dessas políticas. A organização atua junto ao governo, sociedade, setor produtivo e academia visando conservar a biodiversidade marinha e, ao mesmo tempo, garantir os benefícios econômicos e sociais gerados pela pesca, fortalecendo arranjos produtivos sustentáveis, entre outras ações.


OCEANA - www.brasil.oceana.org

Também nessa Edição nº: 197
Artigo: Qual a responsabilidade das empresas com o trabalhador terceirizado?
Artigo: No meio da Mata Atlântica é possível reaproveitar o ano todo, 100% do que coletamos
Notícia: Fundo Itaú Excelência Social destina R$ 1,6 milhão para ONGs que atuam na área educacional
Notícia: O que deu na mídia (edição 197)
Notícia: Brasília (DF) será a primeira cidade da América Latina a utilizar energia solar em estação de metrô
Oferta de Trabalho: Oportunidade de Trabalho