Projeto ligado à saúde vence maior premiação de empreendedorismo social da América Latina

Finalistas do Empreendedor Social na cerimônia de premiação

Finalistas do Empreendedor Social na cerimônia de premiação

Diretora da Abrale vence a nona edição do Empreendedor Social

Foi anunciado, no dia 21 de novembro, em São Paulo, o vencedor do prêmio Empreendedor Social, realizado pela Fundação Schwab, em parceria exclusiva com a Folha de S. Paulo. A administradora Merula Steagall, 47, de São Paulo (SP), conquistou a nona edição da premiação, considerada a principal e mais disputada da América Latina na área de empreendedorismo socioambiental.

Merula Steagall é presidente da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale) e da Associação Brasileira de Talassemia (Abrasta). Ela já provocou impactos em políticas públicas por meio dessas organizações, que oferecem assistência a pacientes com doenças graves no sangue.

O concurso acontece em 61 países onde a fundação suíça atua. Das 227 candidaturas de 2013, 22 chegaram à semifinal e apenas 10, à final. A proposta é valorizar líderes sociais que atuam há pelo menos três anos, de maneira inovadora, sustentável e com impacto na sociedade e em políticas públicas, em diferentes áreas.

“Quero dividir esse prêmio com cada família e cada paciente que recebe o diagnóstico de uma doença difícil. Que vocês tenham fé e esperança, ingredientes fundamentais ao avanço. Apesar de termos uma Constituição que garante o melhor tratamento a todos, na prática, o que ainda vemos nos hospitais é muito triste e vergonhoso, e eu espero que a divulgação do trabalho da Abrasta e da Abrale inspire o governo a agir mais”, afirmou Merula, que receberá assessoria jurídica e bolsas de estudo no Brasil e no exterior para cursos, congressos, seminários e MBAs.

Merula Steagall também participará do Fórum Econômico Mundial para a América Latina em 2014. Ele e os dois finalistas mais bem avaliados serão apresentados em janeiro próximo ao Conselho da Fundação Schwab para integrarem a Rede Schwab de Empreendedores Sociais. O vencedor do Empreendedor Social tem direito ainda a auditoria financeira. A Fundação Schwab é a correalizadora do Fórum Econômico Mundial de Davos. Desde 2006, o Brasil tem registrado recordes de inscrições, à frente de Índia e China, por exemplo.

Empreendedor Social de Futuro

Também no dia 21 de novembro foi divulgado o vencedor da quinta edição do Folha Empreendedor Social de Futuro,
promovido exclusivamente pela Folha de S.Paulo. A iniciativa obedece aos mesmos padrões de avaliação do Empreendedor Social, mas reconhece e promove líderes sociais em atividade há menos tempo: no mínimo, um ano e, no máximo, três anos. Trata-se de uma fase em que os empreendedores, normalmente, precisam de mais visibilidade para atingir ou consolidar a sustentabilidade de sua iniciativa e multiplicar seu impacto.

Os jovens curitibanos Alexandre Amorim, 24, administrador, Luiz Ribas, 24, e Diego Moreira, 24, economistas, foram os ganhadores. Eles são responsáveis por desenvolverem uma metodologia gratuita e pioneira que melhora a gestão e a estrutura de escolas especiais, na ONG criada por eles, a Ação Social para Igualdade das Diferenças (Asid). Os três ainda foram eleitos pelo público em votação online na categoria Escolha do Leitor.

“Esse prêmio prova que todo nosso trabalho valeu a pena, principalmente porque ajudamos pessoas que realmente
precisam, conscientizando-as sobre a importância da gestão dos recursos, fundamentais para a sustentabilidade dessas escolas. Mas, acima de tudo, para nós, é muito bonito e motivador vermos todos os dias o trabalho que elas
fazem”, disse Diego Moreira.

Pela primeira vez em nove anos de premiação no país, foi oferecida a Menção Honrosa ao projeto brasileiro mais
alinhado a temas e objetivos selecionados pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para serem discutidos no ano. Como 2013 é o Ano Internacional de Cooperação pela Água, o paraibano José Dias, do Centro de Educação Popular e Formação Social (CEPFS) ganhou reconhecimento, por unanimidade, pela construção
de cisternas e promoção de ações pelo desenvolvimento comunitário no sertão.

“Receber o reconhecimento de um prêmio ligado à ONU é magnífico e extremamente significativo para as famílias
que abraçaram essa causa porque elas passam a acreditar que o caminho que semeamos tem uma referência até mundial. O melhor resultado é a esperança plantada de que o caminho que estamos seguindo está realmente certo”, falou José Dias.


Prêmio Empreendedor Social e Empreendedor Social de Futuro - Sites www.schwabfoundseoy.org/brasilwww.folha.com.br

Também nessa Edição nº: 169
Entrevista: Marcos Rossa
Entrevista: Ana Moser e Eunice Lima
Artigo: Liderança Sustentável
Notícia: Em busca da inclusão social
Notícia: Líderes globais discutem soluções para desafios sociais e ambientais
Oferta de Trabalho: Procura-se (12/2013)