Projeto leva saúde para a população carente do sertão baiano

1122-php45e4jD

O município de Caetité, localizado no interior da Bahia, recebeu no mês passado um mutirão em prol da saúde. Organizada pela Associação Voluntários do Sertão de Ribeirão Preto, entidade sem fins lucrativos com sede no Estado de São Paulo, a iniciativa promoveu atendimento médico ontológico e distribuir donativos para a população de baixa renda das áreas urbana e rural. A ação beneficiou aproximadamente cinco mil pessoas.

O balanço de atendimento foi expressivo: a ação resultou em 21 procedimentos, sendo 12 mil médicos e 2,9 mil odontológicos. Também foram registrados mais de 1 mil procedimentos de fisioterapia e psicologia, e outros 6,9 atendimentos na farmácia. O número de doações ultrapassou a casa dos 229 mil, sendo 100 mil medicamentos, avaliados em R$ 1,8 milhão.

A caravana da saúde mobilizou neste ano 436 voluntários, entre médicos, dentistas, fisioterapeutas e equipe de apoio. Foram realizados atendimentos gratuitos nas áreas de clínica geral, pediatria, ginecologia, gastroenterologia, ortopedia, urologia, psiquiatria, dermatologia, geriatria, oftalmologia, cardiologia, cirurgia plástica e ultrassonografia.

Para completar a ação a associação realizou palestras educativas e distribuiu kits de higiene pessoal, com shampoo, condicionador, escova de dentes e creme dental. Foram doados também livros infantis, brinquedos, cestas básicas, óculos de grau, e os medicamentos prescritos para os pacientes atendidos.

Paralelo ao mutirão anual de saúde, desde 2008 a instituição mantém o programa “Irrigação Familiar”, que capacita e gera renda para os sertanejos, com a distribuição de sementes de hortaliças, bandejas e substratos, além de capacitar os sertanejos. Cada kit de irrigação beneficia diretamente 30 famílias com produção de alimentos para subsistência, e o excedente é transformado em renda. Por meio de parcerias com empresários socialmente responsáveis, atualmente o projeto conta com 58 núcleos de hortas comunitárias que beneficiam 1740 famílias em 13 municípios.

Implantado em 2000 pelo empresário Doriedson Pereira, o projeto iniciou distribuindo brinquedos e cestas básicas, em Condeúba e cidades vizinhas, no sertão da Bahia. Atualmente o programa promove até pequenas cirurgias. Em dez anos de atuação, a associação mobilizou 2,5 mil voluntários e realizou mais de 65 mil atendimentos para pessoas carentes.