Projeto educacional brasileiro será apresentado na Bélgica

PAM entrega de cestas básicas para participantes do projeto

PAM entrega de cestas básicas para participantes do projeto

Iniciativa realizada em Rondônia resgata autoestima de estudantes que apresentam problemas de relacionamento interpessoal

Criado em 2003, pelo professor e policial civil Wagner Ferreira Marques, o Projeto Aluno Monitor (PAM) impressionou a comunidade internacional. A ação será apresentada em breve na biblioteca Gemeentelijke em Hooglede na Bélgica. Trata-se da primeira vez que uma iniciativa do país é exposta na instituição. O programa também ficou entre os três primeiros projetos sociais avaliados pelo Conselho Norte e Sul de Desenvolvimento de Hooglede e foi indicado como uma prática exitosa pela ONG Terres de Hommes, da Holanda.

O reconhecimento internacional não é à-toa. O projeto realizado em Rondônia registra resultados surpreendentes, mesmo sem dispor de recursos próprios ou apoio governamental. Os desafios já começam com a escolha do público-alvo: a iniciativa atende os alunos mais difíceis de lidar e objetiva resgatar a autoestima desses estudantes por meio de uma dedicação integral.

“Proporcionarmos um atendimento VIP com tudo aquilo que não eles têm em seus lares. Procuramos dar atenção, carinho, abraços, amor e muita conversa do tipo ‘pai para filho’. Tentamos fazer da sala de aula do projeto um lar sonhado por muitos adolescentes, porém, vivido por poucos”, explica Wagner Marques.

A ação oferta aulas que abordam temas como drogas, doenças, corrupção, prostituição e abuso sexual, numa carga horária que chega a 300 horas, ministradas em turno contrário ao que os estudantes estão matriculados. O projeto oferta, ainda, dinâmicas motivacionais, visitas a órgãos públicos, projeção de filmes, apresentação de palestras, bolsas de estudos, além de consultas médicas e odontológicas em consultórios particulares.

Cada ano são selecionadas duas instituições públicas de ensino e os alunos são indicados pelo corpo docente da escola. Participam estudantes do 6º ao 9º que têm problemas de relacionamento interpessoal em casa, na escola ou na sociedade. A turma não ultrapassa 30 pessoas e não há mais do que três alunos da mesma sala participando do curso.

As aulas são ministradas por um corpo docente multidisciplinar, que conta com pedagogos, acadêmicos, empresários, jornalistas, profissionais de moda, entre outros. No primeiro ano o projeto reuniu apenas três educadores e hoje soma mais de quarenta voluntários ativos.

Outra preocupação da coordenação do PAM é envolver os familiares nas atividades. Durante o semestre, os pais são convidados a participar do projeto por meio de reuniões previamente agendadas e quando não participam a equipe vai à casa dos estudantes. “Aos finais de semana e feriados faço visitas para conhecer a família e entender um pouco dessa dinâmica familiar que está causando grande transtorno aos jovens”, conta Marques.

Os resultados de tanto empenho são a melhora no relacionamento interpessoal, maior interesse pelos estudos, notas escolares mais altas, ingresso no ensino superior e a participação como estagiário ou instrutor do próprio PAM. “O que se percebe é que a inclusão de projetos sociais dentro das escolas possibilita mais acesso a informação. Na minha infância eu sonhava em ser bombeiro para salvar vidas. Hoje não sou bombeiro, porém a essência desse sonho ainda continua: salvar vidas de uma maneira diferente”, resume.

O projeto já atendeu mais de 300 jovens e os estudantes que mais se destacam são premiados com bolsas de estudos cedidas por entidades parceiras. A edição deste ano será lançada na próxima sexta-feira (25). A ação conta com apoio do Ministério Público de Rondônia, Universidade Federal de Rondônia, Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Maria dos Anjos, consultórios médicos e odontológicos, entre outros.


Projeto Aluno Monitor - E-mail: marquesgladiador@hotmail.com

Também nessa Edição nº: 114
Entrevista: Luiz Fernando Rocha Lima
Entrevista: Guilherme Brammer
Artigo: O que faz uma empresa ser responsável?
Notícia: O que deu na mídia (edição 114)
Notícia: Campanha lançada no país espera alertar sobre a prevenção contra o câncer
Notícia: Descarte correto
Oferta de Trabalho: Procura-se (02/2011)