O que deu na mídia (edição 187)

app_sphere_news

Instituto Akatu, Rádio Eldorado e Rádio Estadão se unem para dar dicas sobre uso consciente de água – “ABERJE” – 03/03/2015

Para marcar o mês da água, em meio à crise hídrica que afeta o Estado de São Paulo, as emissoras de rádio do Estadão e o Instituto Akatu se uniram para dar dicas à população sobre o uso consciente da água e tirar dúvidas de ouvintes com relação ao tema. Na Rádio Eldorado, durante todo o mês de março (em que se celebra o Dia Mundial da Água, em 22/03), serão veiculados boletins produzidos pelo Instituto Akatu, no espaço Conta Gotas Eldorado, ao longo da programação da rádio. Para ouvir, basta sintonizar o rádio na frequência FM 107,3. Na Rádio Estadão (FM 92,9 – AM 700), a equipe do Akatu responde a dúvidas de ouvintes, também no espaço Conta Gotas.

Pesquisadores defendem linhas de financiamento para energia solar – “Instituto Filantropia” – 04/03/2015

Pesquisadores brasileiros em energia solar defendem a criação, pelo governo, de linhas de crédito especial para a aquisição de equipamentos e a instalação de energia solar fotovoltaica (que transforma energia solar em energia elétrica) em residências. O tema foi discutido durante a 1ª Escola Internacional de Energia Solar, que ocorreu na última semana na Universidade de Brasília (UnB). Dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) indicam que existem hoje no Brasil 317 empreendimentos em operação gerando energia solar fotovoltaica, com potência de 15,1 mil kilowatts (kW), 0,01% da energia utilizada no país. As usinas hidrelétricas produzem 62,55% da energia consumida. Essa foi a primeira de três escolas internacionais, um projeto que envolve várias instituições para a disseminação do conhecimento das tecnologias de energias renováveis.

Mercedes-Benz incentiva o desenvolvimento de profissionais e aprendizes – “Mercedes-Benz” – 05/03/2015

A Mercedes-Benz do Brasil tem o projeto “Estrelas do Amanhã” na fábrica de São Bernardo do Campo, São Paulo, que visa o desenvolvimento profissional dos aprendizes que ingressam na Empresa pelo CAMP – Centro de Formação e Integração Social ou pelo CIEE – Centro de Integração Empresa Escola. O programa de incentivo à educação foi elaborado por um grupo de profissionais recém-formados que também coordenou a primeira edição, realizada em 2014. Esses jovens apresentaram a ideia como parte de projeto solicitado durante o programa de trainees. As aulas do “Estrelas do Amanhã” acontecem todos os sábados, das 7:45 às 17:00, na planta de São Bernardo do Campo, onde são produzidos caminhões, ônibus e agregados (motores, eixos e câmbios). Para este ano, já foram selecionados 36 aprendizes, sendo que todos participam de cursos de informática e de redação no primeiro trimestre.

Volkswagen do Brasil aperfeiçoa processo e economiza 250.000 litros de água – “ABERJE” – 05/03/2015

A fábrica da Volkswagen do Brasil em Taubaté adotou medidas que proporcionaram a economia de 250.000 litros de água anualmente no Centro de Testes de Veículos. A ação está alinhada ao programa global “Think Blue. Factory.”, que visa a redução de 25% no consumo de energia e água e na geração de resíduos, CO2 e solventes, até 2018, de todas as fábricas do Grupo Volkswagen. Para chegar a esse resultado, o processo foi aperfeiçoado, com a realização de três ações: a instalação de um filtro de areia, a modernização de esguichos e a instalação de uma nova canaleta. Diariamente, são realizados de 3 a 4 testes na cabine, com a utilização de aproximadamente 10 mil litros de água por avaliação. Além da instalação do filtro de areia, que proporciona uma água permanentemente limpa, pronta para reúso na cabine de testes de estanqueidade, a entrada da cabine recebeu a instalação de uma nova canaleta que permite o escoamento do excesso de água direto para o tanque de reúso, no subsolo da cabine.

Instituto Avon promove campanha inovadora para divulgação do telefone 180 – “ABERJE” – 06/03/2015

O Instituto Avon lança em março, mês da mulher, a campanha Linha 180 – seu brilho natural de volta, para promover uma intensa divulgação da Central de Atendimento à Mulher, criada pela Secretaria de Política para as Mulheres/Presidência, que atende denúncias de violência contra a mulher e indica serviços de apoio por meio do telefone 180. Com a chamada A violência não pode ser maquiada, a campanha envolve a capacitação de revendedoras autônomas para divulgar o serviço, hotsite e vídeo para as redes sociais. A campanha tem como peça central a apresentação de uma linha de maquiagem invisível, que não esconde as marcas de violência no rosto da mulher. Ao serem apresentados, os produtos servem de pretexto para se falar sobre as várias formas de violência doméstica contra a mulher, e sempre indicar o uso da linha 180, que na verdade é uma linha de telefone. 

Caminhada na Lagoa/RJ arrecada doações para crianças com câncer – “Pauta Social” – 06/03/2015

A Lagoa Rodrigo de Freitas, na Zona Sul do Rio, será novamente palco da Caminhada contra o Câncer – Walkathon, neste domingo, dia 8. O evento, realizado por alunos da Escola Americana do Rio de Janeiro (EARJ), em parceria com a Fundação do Câncer, chega à 11ª edição. O objetivo é arrecadar recursos para a Seção de Oncologia Pediátrica do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Os participantes deverão se concentrar, a partir das 9h, no Parque dos Patins. A largada será às 10h. As inscrições podem ser realizadas no dia da caminhada ou com antecedência no Shopping da Gávea, até este sábado, dia 7, das 17h às 22h. O estande da campanha fica no primeiro piso do shopping, em frente à cafeteria Starbucks. A cada doação de R$ 30, no momento da inscrição, o participante ganha uma camiseta do evento. Quem colaborar com R$ 6 recebe uma pulseira temática de brinde.

Acontece neste sábado (7) o 1º Simpósio da Região Serrana sobre Medicalização, na Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Fase), das 8h às 18h. O evento tem apoio do Sindicato dos Psicólogos do Estado do Rio de Janeiro (Sindpsi RJ) e do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade. A entrada é franca. “Ao invés de se fabricarem remédios para doenças, fabricam-se doenças para remédios, com vistas ao aquecimento de um mercado que se abre para a indústria farmacêutica com a criação de supostas doenças”, critica o Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, criado há quatro anos para discutir a problemática.

Inscrições abertas para a edição 2015 do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo – “Instituto Filantropia” – 09/03/2015

O Instituto Consulado da Mulher abriu inscrições para a edição deste ano do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino. Organizações da sociedade civil que desenvolvam negócios sociais coletivos, protagonizados por mulheres, podem enviar propostas. Vinte grupos serão selecionados e os dez primeiro colocados receberão 5 mil reais. Dentre os pré-requisitos apresentados no edital, os empreendimentos devem ser populares e coletivos; devem atuar nas áreas de alimentação e lavanderia; ter lideranças femininas atuantes e ser composto por, no mínimo, 70% de mulheres. Esta é a terceira edição do Prêmio.

Fundação Salvador Arena vai destinar mais de R$ 1,4 milhão para ONG’s da grande São Paulo – “Nossa São Paulo” – 09/03/2015

A Fundação Salvador Arena está com inscrições abertas para o Programa de Alimentação Complementar em Entidades Sociais (PACES), que vai destinar mais de 1,4 milhão para instituições sem fins lucrativos da Grande São Paulo em 2015. O edital deste ano selecionará 18 ONGs que atuam nas áreas de educação e assistência social. O prazo para a inscrição acaba dia 6 de abril. O programa irá beneficiar ONGs dos municípios de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e São Paulo – capital. O apoio financeiro será calculado de acordo com o número de pessoas atendidas, refeições oferecidas e nível de complexidade dos serviços sociais oferecidos aos usuários da entidade.

Viena é a melhor cidade do mundo para se viver – “Planeta Sustentável” – 09/03/2015

Pelo sexto ano consecutivo, a capital austríaca Viena foi eleita a cidade com a melhor qualidade de vida do mundo, segundo estudo realizado pela consultoria britânica Mercer. A pesquisa analisou o ambiente político, social, econômico e sociocultural de 230 cidades. Foram avaliados ainda as condições médicas e de saúde, o padrão das escolas e da educação, a situação dosserviços básicos e do transporte público, além de opções de lazer, disponibilidade de consumo, situação das moradias e o ambiente natural das cidades. O topo do ranking é dominado pelas europeias: o segundo lugar ficou com Zurique, capital da Suíça, seguida pela neozelandesa Auckland e pela alemã Munique.

Especialistas estimam que este ano haverá mais dengue que em 2014 – “Globo.com” – 10/03/2015

Em 2015, o número de casos de dengue no Brasil deve ser mais elevado do que no ano passado, segundo especialistas. Só nos dois primeiros meses do ano, já houve 174,6 mil notificações da doença no país, aumento de 139% em relação ao mesmo período de 2014. O comportamento do vírus em 2014 já deu sinais de que a temporada de dengue deste ano pode ser mais intensa, de acordo com o médico Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza, membro do Comitê de Doenças Emergentes da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Cheia inunda escolas e deixa mais de 3 mil sem aula em Boca do Acre – “Globo.com” – 10/03/2015

Cerca de 3.200 alunos de rede estadual de ensino estão com as aulas suspensas devido à cheia em Boca do Acre, a 1.028 km de Manaus. O município é um dos mais afetados pelas inundações. A Defesa Civil informou que a cidade pode entrar em estado de calamidade pública nos próximos dias. Segundo a Secretaria Estadual de Educação do Estado (Seduc), nove escolas estão alagadas e uma serve de abrigo para desalojados. Em todo o Amazonas, 11 cidades decretaram situação de emergência e o número de pessoas afetadas chega a 65 mil em todo o Amazonas. De acordo com a Secretaria de Educação, as unidades enfrentam prejuízos em suas estruturas em razão das inundações, o que impossibilitou a continuidade das aulas. O problema atinge as escolas estaduais José Leite, Almirante Barroso, Barão de Boca do Acre, Danilo Corrêa, Jacinto Ale, João Gabriel, Lucas Pena, Prof. Antonio Jr. Bernardo e Nossa S. Aparecida.

Accor, principal operadora de hotéis do mundo e líder de mercado na Europa, anuncia a assinatura dos Princípios de Empoderamento das Mulheres ou, na versão original, Women’s Empowerment Principles (Weps), programa de iniciativa da ONU Mulheres e Pacto Global das Nações Unidas. São sete princípios que promovem o empoderamento das mulheres no local de trabalho, do mercado e da comunidade. Ao aderir a esses princípios, a Accor está afirmando o seu compromisso internacional com a diversidade e igualdade de gênero. “Ao assinar os Princípios de Empoderamento das Mulheres, a Accor está reafirmando seu compromisso de combater estereótipos e incentivar um aumento da percentagem de mulheres em cargos de tomada de decisão. Estou convencido de que a diversidade é um ativo que estimula o desempenho e inovação dentro das nossas equipes. É um benefício para todos”, declara Sébastien Bazin, CEO do Grupo Accor.

Acordo assinado nesta quarta-feira, 11, entre os ministérios do Meio Ambiente e da Justiça com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) prevê a criação e o aparelhamento da Companhia de Operações Ambientais, que usará efetivo da Força Nacional de Segurança para ações de combate ao desmatamento ilegal da Floresta Amazônica. Ao todo, serão investidos R$ 30,6 milhões, oriundos do Fundo da Amazônia — geridos pelo BNDES —, para garantir a permanência de 200 homens da Força Nacional em pontos estratégicos da Floresta Amazônica. É a primeira vez que recursos do fundo financiarão ações de fiscalização contra o desmatamento.

Incra é denunciado por demora na titulação de terras quilombolas – “Globo.com” – 11/03/2015

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Amapá foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público Federal (MPF) por causa da demora no reconhecimento de terras remanescentes de quilombo no estado. O órgão ingressou com seis ações civis públicas, para que o instituto conclua o processo de regularização das localidades Cunani, Rosa, Ilha Redonda, São Pedro dos Bois, Lagoa dos Índios e São José do Mata Fome. Cinco dessas ações atingem também a Fundação Palmares, instituição responsável pela identificação, demarcação e titulação dessas áreas. Segundo o MPF, as comunidades aguardam há 10 anos pela regularização. A titular do Incra, Assunção Giusti, disse que a falta de sociólogos na equipe de técnicos no Amapá dificultou o trabalho. Ela informou que foi solicitado reforço ao instituto, em Brasília, para que as atividades sejam retomadas a partir de abril.

Campanha tenta reduzir o consumo de água em 7 milhões de litros diários – “Globo.com” – 11/03/2015

Após cinco meses de racionamento, Araras realiza uma campanha para reduzir o consumo de água na cidade. De 32 milhões litros diários, a meta é atingir a marca de 25 milhões de litros por dia, 7 milhões economizados. De acordo com o Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras (Saema), a medida visa poupar as quatro represas que abastecem a cidade e assim, passar a depender apenas da água que vem do Rio Mogi Guaçu. Além da conscientização, o presidente do Saema, Felipe Beloto, explica o objetivo da ação. “É um desafio muito grande, e por isso estamos convocando toda a população para conseguirmos juntos atingir a meta em 60 dias. Entre março e abril, vamos tentar utilizar apenas a água que vem do Rio Mogi Guaçu e poupar as nossas represas para a época de estiagem, já que no fim do ano ficamos em uma situação complicada.

Peru contrata advogados para ação judicial contra a ONG Greenpeace – “Globo.com” – 11/03/2015

O governo do Peru dará início a ações legais contra a organização ambiental Greenpece pelos danos causados na zona arqueológica das Linhas de Nazca, durante um ato do grupo em 2014, anunciou a ministra de Cultura, Diana Álvarez-Calderón. Os ativistas foram até a zona do monumento para colocar um enorme cartaz ao lado do geoglifo do Colibri, dirigido aos líderes políticos reunidos em Lima durante a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP20). Após apresentar na cidade de Arequipa o programa de atividades em homenagem ao bicentenário da morte do poeta Mariano Melgar, ela declarou à imprensa local que o órgão contratou um estudo internacional de advogados para elaborar uma estratégia a ser seguida contra o Greenpeace.

Trabalho feminino passa despercebido em Timor Leste – “Envolverde” – 11/03/2015

Nações Unidas, 11/3/2015 – A brecha entre ricos e pobres em Timor Leste tem um impacto maior entre meninas, meninos e mulheres pobres, especialmente nas zonas rurais. Elas realizam grandes aportes, mas nem sempre se reconhece sua contribuição à reconstrução desse país do sudeste da Ásia ainda dominado por um discurso masculino. Timor Leste tem o coração em suas montanhas sagradas, conhecidas como “foho”, onde se organizou a resistência contra a violenta ocupação pela Indonésia, que durou 24 anos e terminou em 2002. Bella Galhos foi uma resistente. Depois que seus irmãos foram assassinados e seu pai torturado por indonésios, ela se infiltrou no exército, conseguiu a confiança de seus superiores e que a mandassem como embaixadora estudantil ao Canadá.

Empresas latino-americanas estão longe dos princípios de direitos humanos – “Envolverde” – 11/03/2015

“Eu diria às instituições e empresas para terem consciência do grande dano que causam ao solo, à flora, ao ambiente, que respeitem a decisão da gente. Estão realizando um atentado contra a saúde e a vida”, afirmou o indígena mexicano Taurino Rincón. Este nahua integra o Conselho Indígena pela Defesa do Território de Zacualpan, localidade do ocidente do país, que luta contra a empresa mexicana Gabfer SA de CV, e seu projeto de explorar uma mina a céu aberto em suas terras comunitárias. “Queremos que a concessão seja anulada. Estamos firmes em não aceitá-la de forma alguma. Defendemos o direito à vida, à água e à natureza”, destacou Rincón à IPS. Ele assegura que a exploração da mina contaminaria o manancial que fornece água aos quatro mil habitantes da comunidade, situada a 660 quilômetros da Cidade do México, no município de Comala, no Estado de Colima.

Empresa dos EUA admite na justiça ter fabricado Tylenol com metal – “Ambiente Brasil” – 12/03/2015

A empresa McNeil Consumer Healthcare, fabricante do analgésico Tylenol nos Estados Unidos, reconheceu que comercializou lotes do produto com partículas de metal e se declarou culpada em processo federal, aceitando pagar multa de US$ 25 milhões pela irregularidade constatada. De acordo com a agência de notícias Associated Press, documentos judiciais divulgados nesta terça-feira (10) apontaram que a empresa, localizada em Fort Washington, na Pensilvânia, admitiu ter vendido frascos adulterados de Tylenol para crianças, assim como exemplares do medicamento Motrin, também destinado ao público infantil. A companhia, uma subsidiária da gigante farmacêutica Johnson & Johnson, ordenou a retirada de circulação dos produtos em abril de 2010.

Intervenções obtêm água a partir da umidade do ar – “Lugar Certo” – 12/03/2015

Segundo pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS), 748 milhões de pessoas não tem acesso a água potável. É nesse cenário que surgem iniciativas que unem sustentabilidade e criatividade para obter água própria para consumo de ambientes incomuns, como o ar. Uma dessas ideias foi desenvolvida na parceria entre a Mayo DraftDCB e Universidade de Engenharia e Tecnologia em Lima, Peru. O projeto pretende desenvolver o primeiro outdoor do mundo capaz de produzir água potável a partir do ar. O protótipo está localizado em uma região desértica, onde chuvas são escassas durante todo o ano, mas a umidade chega a quase 98%.

Construção de sete hidroelétricas representa ameaça à Chapada dos Veadeiros – “Correio Braziliense” – 15/03/2015

De um lado, moradores e ambientalistas. Do outro, produtores rurais e empresários. Dilemas como este se repetem em casos nos quais o esforço por preservar a natureza se coloca diante do interesse de expansão. O palco é a Chapada dos Veadeiros, a cerca de 200km de Brasília. A elaboração de um plano de manejo para a Área de Proteção Ambiental (APA) do Pouso Alto — que engloba seis municípios goianos próximos à reserva ecológica — divide a comunidade local. Um dos pontos mais polêmicos do projeto é a construção de sete pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) no Rio Tocantinzinho, que poderiam mudar a paisagem de forma irreversível. Quem vive da atividade turística na região teme o impacto das obras para as belezas naturais.

Expansão da maior mina de ouro do país assusta moradores de Paracatu – “Correio Braziliense” – 16/03/2015

Localizada na região noroeste de Minas Gerais e conhecida como Cidade do Ouro, Paracatu conta atualmente com a maior mina de ouro do país e a maior do mundo a céu aberto. A mineração no chamado Morro do Ouro, liderada pela empresa canadense Kinross Gold Corporation, representa a principal atividade industrial para a geração de emprego e renda na região, mas assusta moradores do pequeno município. A proximidade entre as atividades de mineração e os bairros da cidade e a possibilidade de intoxicação por metais pesados liberados durante a extração do ouro deixam a população preocupada.

Conferência da ONU pede atuação contra mudança climática – “Ambiente Brasil” – 16/06/2015

Representantes de todo o mundo reunidos na conferência da ONU sobre prevenção de desastres destacaram neste domingo a necessidade de abordar a questão da mudança climática para reduzir o impacto dos desastres e promover o crescimento sustentável. Durante a sessão plenária da conferência, que começou no sábado (14) na cidade japonesa de Sendai e irá até quarta-feira, a secretária francesa de Desenvolvimento e Francofonia, Annick Girardin, disse que a mudança climática é responsável por mais de 80% do prejuízo causado pelos desastres naturais. A conferência de Sendai é “sobretudo uma chamada à lucidez, porque já não é possível ignorar o caos climático”, assinalou Girardin.

CCR NovaDutra realiza o primeiro Estrada para Saúde – “Aberje” – 19/03/2015

A CCR NovaDutra promove, nesta quinta-feira (19/3), a primeira edição de 2015 do Programa Estrada para a Saúde – Empresas, em Volta Redonda (RJ). O evento acontece das 9h às 16h, nas dependências da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e oferecerá exames clínicos e dicas de saúde aos motoristas de caminhões que realizam o transporte de cargas para a empresa. Durante a ação, os caminhoneiros poderão aferir a pressão arterial, fazer testes de colesterol, glicemia e visão e avaliação de estresse e de risco cardíaco. O objetivo é atender aos motoristas que não têm a oportunidade de participar das ações do Programa Estrada para a Saúde – Caminhões, realizadas mensalmente pela concessionária em postos de serviços distribuídos ao longo da rodovia.

Fundação Volkswagen lança caderno Arte + Educação – “Aberje” – 23/03/2015
A Fundação Volkswagen, que coordena os investimentos sociais da Volkswagen do Brasil há 35 anos, lançou hoje (23/3) o “Caderno Arte + Educação”. A publicação está disponível gratuitamente para download na “Plataforma do Letramento” (http://www.plataformadoletramento.org.br), o ambiente virtual de aprendizagem da Fundação Volkswagen, e auxilia educadores sobre como trabalhar as artes, com seus alunos, de forma prática e interativa. Além de propor atividades e reflexões sobre diversas modalidades artísticas, o “Caderno Arte + Educação” traz artigos de acadêmicos e profissionais de artes renomados. A publicação integra o material didático do programa educacional “Aprendendo com Arte”, recém-lançado pela Fundação Volkswagen (leia mais, abaixo).

Usina de etanol produzido com batata-doce é inaugurada em Tocantins – “Ambiente Brasil” – 24/03/2015

A UFT (Universidade Federal do Tocantins) inaugurou nesta segunda-feira (23) a usina de etanol produzido a partir de batata-doce em Palmas. O projeto é um convênio da universidade com Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). A usina vai produzir até 3.000 litros de etanol diariamente. Além do etanol, a usina de Palmas irá produzir também glucose, álcool em gel e ração animal. Iniciado há 12 anos, o projeto nasceu da pesquisa do professor Márcio Antônio da Silveira e contou com investimento inicial de R$ 20 mil, feito pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Atualmente, a usina conta com investimento de R$ 1,2 milhão e emprega 44 profissionais, incluindo pesquisadores e alunos da UFT.




Também nessa Edição nº: 187
Perfil: Vida Positiva
Entrevista: Michelle Fiuza
Artigo: O que os consumidores esperam de suas empresas
Notícia: Mais vozes importantes unem-se à campanha do ACNUR para erradicar a apatridia
Oferta de Trabalho: Oportunidades de trabalho