O que deu na mídia (edição 185)

app_sphere_news

Liminar do STF barra publicação da “Lista Suja do Trabalho Escravo” – “Instituto Ethos” – 05/01/2015

A divulgação da atualização semestral do cadastro de empregadores flagrados com trabalho escravo – conhecida como “Lista Suja do Trabalho Escravo” – foi suspensa no último dia 29 de dezembro por liminar concedida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. A atualização da lista pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) estava prevista para dezembro e foi impedida, nos últimos dias do ano, a pedido da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), da qual fazem parte 26 empresas de construtoras do país. A lista com as informações anteriores à liminar também foi retirada do site pelo MTE.

Unesco: 2015 é o Ano Internacional da Luz – “Instituto Ethos” – 06/01/2015

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) anunciou que 2015 é o Ano Internacional da Luz e das Tecnologias Baseadas em Luz. O objetivo da agência da ONU é mostrar ao mundo a importância da luz na criação de um futuro mais sustentável e pacífico. A Unesco afirmou que esta é uma grande oportunidade de chamar a atenção global sobre como as tecnologias baseadas em luz podem fornecer soluções para os desafios mundiais de energia, educação, agricultura e saúde. Segundo a organização, essas tecnologias têm o potencial de transformar o século 21, assim como a eletrônica transformou o século 20.

WWI lança o relatório “Estado do Mundo 2014” – “Instituto Ethos” – 07/01/2015

O relatório Estado do Mundo 2014 marca o 40º aniversário do Worldwatch Institute (WWI) examinando o que significa governar em nome da sustentabilidade. Os autores destacam a responsabilidade dos agentes políticos e econômicos, revelam a força que têm os cidadãos para fazer mudanças significativas e mostram que os sistemas de gestão são eficazes e devem ser inclusivos e participativos, permitindo que os seus membros tenham voz na tomada de decisão coletiva. “Esta obra apresenta diversas vozes esclarecidas que falam da interface entre degradação e risco ambientais e os conceitos e modelos de governança e que, se tivermos determinação, promoveremos uma gestão sustentável dos bens comuns em todo o mundo”, destaca David Malone, reitor da Universidade das Nações Unidas. “É um livro claro, instigante e vital, que também faz um chamado consciente à ação.”

Prefeitura de São Paulo cria “sacola verde” que substitui as proibidas por lei – “Instituto Ethos” – 14/01/2015

O prefeito Fernando Haddad regulamentou a Lei 15.374/2011, que proíbe a distribuição gratuita ou a venda de sacolas plásticas nos estabelecimentos comerciais da capital e recentemente foi considerada válida pela Justiça. Os comerciantes têm até 5 de fevereiro de 2015 para se adaptar às novas regras, que autorizam a distribuição ou a venda de uma nova sacola padronizada, verde, para ser reutilizada apenas para descartar lixo reciclável. A regulamentação está prevista no Decreto 55.827, publicado em 7 de janeiro, no Diário Oficial do Município. “O que nós procuramos fazer é conciliar interesses contraditórios. É um modelo que atende a todos os envolvidos: a indústria produtora das sacolas, que corria o risco de demitir trabalhadores, o consumidor, que quer comodidade para carregar suas compras, e o meio ambiente, que não pode continuar a ser degradado”, afirmou Haddad.

Empresas podem ser diplomadas em boas práticas de trabalho decente – “Instituto Ethos” – 22/01/2015

A Secretaria de Relações do Trabalho (Sert) do Estado de São Paulo promoveu nesta terça-feira (20/1) uma solenidade no Palácio dos Bandeirantes da qual participaram representantes dos trabalhadores, de empresas, de entidades e sindicatos, oportunidade em que foram apresentadas as empresas HanesBrands, Accenture, KPMG, Sodexo, Fersol e RG Serviços que se inscreveram para concorrer à Diplomação em Boas Práticas de Trabalho Decente. A partir de agora, elas serão submetidas a uma auditoria que vai qualificá-las dentro das normas estabelecidas pela secretaria e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). De acordo com a OIT, o trabalho decente contempla o combate ao trabalho escravo e infantil, a promoção da igualdade de raça e gênero, o acesso a direitos como sindicalização e aposentadoria e a garantia de um ambiente de trabalho seguro, entre outros parâmetros.

 

Instituto Schneider Electric na Comunidade abre inscrições para programa de capacitação profissional – “Aberje” – 05/01/2015

O Instituto Schneider Electric na Comunidade abre inscrições para cursos de capacitação profissional gratuitos, em Porto Alegre, com foco na população de baixa renda. O Instituto é o braço social da Schneider Electric, especialista global em gestão de energia, que tem operação na cidade desde 2012, com aquisição da CP Eletrônica. “O projeto, que foi implementado em Fortaleza (CE) e em Blumenau (SC), chega agora ao Rio Grande do Sul com o objetivo de repetir o mesmo sucesso dos outros estados: capacitar jovens para que consigam uma melhor colocação profissional, melhorando a qualidade de vida de sua família e da comunidade”, destaca o presidente do Instituto Schneider Electric na Comunidade, Jesús Carmona.

Programa da Kinross traz contribuições para comunidades – “Aberje” – 23/01/2015

O resgate da cultura, a criação de espaços de interação, a promoção do diálogo e o exercício da cidadania são exemplos de oportunidades geradas pelo programa Na Comunidade com a Kinross. Durante o ano de 2014, a inciativa formou 70 crianças no curso de informática básica, envolveu 265 pessoas nas aulas de esporte, produziu um vídeo com a história da Comunidade Quilombola de São Domingos e entregou oito equipamentos agrícolas para a comunidade de Santa Rita. “Meus dois netos fizeram o curso de informática e foi muito bom. No passado eu também fiz e hoje consigo usar o computador sem dificuldades. Sempre incentivei os meninos a irem nas aulas e já vejo eles fazendo pesquisas da escola “enfatiza Cleusa Shultz, avó da Ana Clara e do Cristian, alunos do curso de Informática.

CNH  Industrial inicia mais uma turma do Escola Formare Iveco – “Aberje” – 26/01/2015

A CNH Industrial, por meio de sua marca Iveco, inicia mais uma turma da “Escola Formare Iveco”, em Sete Lagoas. O projeto tem por objetivo incentivar o desenvolvimento de jovens e proporcionar a oportunidade de formação para o mercado de trabalho. Toda a programação do curso, que tem duração de 12 meses, visa desenvolver habilidades de comunicação, trabalho em equipe, solução de problemas, processo produtivo e cidadania. A nova classe, composta por 20 jovens da região, com idade entre 16 e 18 anos, terá disciplinas de Saúde, Segurança, Comunicação, Relacionamento, Organização Industrial, Fundamentação Numérica, Informática e Atividades de Integração.  As aulas são ministradas dentro da fábrica da CNH Industrial, em Sete Lagoas, para que os jovens vivenciem a realidade do negócio. Os educadores são funcionários voluntários, que transformam a empresa em um ambiente de aprendizagem.

Programa Integrar da Kinross apresenta resultados conquistados – “Aberje” – 30/01/2015

Após um ano de muitas realizações, o Programa Integrar da Kinross encerrou o ano com resultados importantes em Paracatu. Foram cerca de 70 instituições envolvidas, entre poder público, associações, escolas e grupos culturais, e 7.500 pessoas beneficiadas, com um total de R$ 2.246 milhões em investimentos.  Os quatro eixos de atuação do Programa Integrar – Geração de Trabalho e Renda, Educação, Cultura e Educação Ambiental – apresentaram resultados consistentes e contínuos, de acordo com Ana Cunha, gerente de Comunicação e Relacionamento com Comunidades da Kinross. “Os resultados obtidos são fruto de um trabalho desenvolvido através de parcerias com o poder público, escolas, associações e comunidade.  Recebemos várias propostas que, ao serem aprovadas, foram transformadas em projetos. A casa fase, os resultados foram mensurados para garantir o alcance dos objetivos propostos”, relata.

 




Também nessa Edição nº: 185
Perfil: Natura
Artigo: Dilemas e desafios de 2015 para a sustentabilidade e as empresas
Notícia: Instituto Arcor Brasil comemorou dez anos em 2014 com ações nas áreas educacional e cultural