Negócios do bem

1038-phpsIK0xx

Governo de São Paulo reconhece empresas que valorizam a diversidade

O governo do Estado de São Paulo abriu inscrições para as empresas interessadas em obter o Selo Paulista da Diversidade. A proposta da certificação é reconhecer organizações que desenvolvam ou se comprometam a desenvolver iniciativas de promoção e valorização da diversidade no ambiente corporativo. Podem participar instituições públicas, privadas e da sociedade civil, localizadas no Estado, seja matriz ou filial.

Serão consideradas ações incorporadas nas políticas de recursos humanos, que visam promover no ambiente empresarial questões étnico-racial, de gênero, da idade, da deficiência e orientação sexual. Adicionalmente, essas políticas poderão incluir outros aspectos, como a diversidade religiosa, a origem geográfica e a classe social.

Criada em 2007, a iniciativa está dividida em duas faixas de certificação: Adesão e Pleno. No primeiro caso, podem participar instituições que planejam desenvolver as ações para a promoção da diversidade. Já o Pleno é reservado às organizações que já, comprovadamente, incorporaram em suas políticas de recursos humanos essas questões. Segundo a Coordenadoria do Selo Paulista da Diversidade, até o momento 24 empresas já tem o Adesão, mas nenhuma recebeu a outorga do segundo. A expectativa é certificar 15 instituições com o Pleno neste ano.

As organizações interessadas em participar podem se inscrever no site http://www.diversidade.sp.gov.br, no item ‘Guia do Selo’. A inscrição é gratuita e neste primeiro semestre será destinada para as empresas interessadas em obter o Selo Pleno. Já no segundo semestre, o processo estará voltado para as instituições candidatas em receber ou renovar o Selo Adesão.

De acordo com a coordenação da iniciativa, as empresas que desejam obter a certificação devem contratar uma certificadora credenciada pelo governo, que seguirá um roteiro de avaliação elaborado pelo comitê gestor do selo. Nesta fase, será checada a veracidade das informações apresentadas na inscrição e o estágio em que os projetos se encontram. A responsabilidade pela gestão do processo de outorga do selo é da Secretaria de Estado de Relações Institucionais.

Ainda segundo a coordenação, após a concessão do certificado o governo não acompanhará a implementação dos programas. De acordo com a unidade, o governo não desempenha o papel de fiscal e o objetivo da iniciativa é estimular a discussão. Mas a área lembra, que no ato da inscrição as empresas se comprometem a seguir as normas e podem perder a certificação caso deixem de cumprir as regras.


Selo Paulista da Diversidade - Tel.: (11) 3221-8405

Também nessa Edição nº: 96
Perfil: Roberto Ricardo de Amorim
Entrevista: Andre Degenszajn (2010/05)
Artigo: A ecologia das relações
Notícia: O que deu na mídia (edição 96)
Notícia: Balé sobre rodas
Notícia: Cavalo amigo
Oferta de Trabalho: Procura-se (05/2010)