FGV lança série de estudos sobre mercado de carbono no Brasil

170

O objetivo da pesquisa é contribuir para o estabelecimento de um sistema de nacional de monitoramento, relato e verificação.

O Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, mantida pela Fundação Getulio Vargas (FGV), lançou em parceria com o Ministério da Fazenda, três volumes que compõem o estudo “Elementos para um mercado de carbono no Brasil.

A pesquisa foi realizada em um ano e tem objetivo de contribuir para o estabelecimento de um sistema de nacional de monitoramento, relato e verificação (MRV) para diminuição de emissões de gases do efeito estufa (GEE) por parte de empresas e setores produtivos no país.

A partir da realidade brasileira e de quatro casos de MRV já em execução (Austrália, Califórnia/EUA, Europa e Nova Zelândia), o estudo analisa os requisitos necessários para a constituição de um sistema de MRV através da coleta e gerenciamento de informações detalhadas sobre as emissões no nível das operações de empresas e organizações, facilitando o acompanhamento por setor e também por agente emissor.

“A ideia era ver quais os elementos necessários para se construir um mercado de emissões, se um dia o Brasil quiser ter um”, explicou o coordenador do estudo e do programa de política e economia ambiental do Gvces, Guarani Osório. “Para dar preço e montar um instrumento econômico, é preciso montar um sistema que seja o mais acurado possível”, continua, esclarecendo que cada tonelada de carbono deverá ser uma moeda com valor.

A pesquisa aponta a necessidade de articulação e abertura do governo com relação aos setores econômicos contemplados por compromissos (obrigatórios ou não) de redução de emissões, além de demonstrar a importância de um debate mais profundo sobre a precificação do carbono no Brasil.

O estudo está disponível neste link.




Também nessa Edição nº: 170
Entrevista: Scott Poynton
Entrevista: Enrique Leff
Notícia: Senado vota marco legal de ONGs
Notícia: Inscrições abertas para o Prêmio Petrobras de Esporte Educacional
Notícia: Imposto Solidário - Contribuir é bem simples, saiba como fazer
Oferta de Trabalho: Procura-se (12/2013)