Brasília discute cidades sustentáveis

Jean Benevides, gerente nacional de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental da Caixa

Jean Benevides, gerente nacional de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental da Caixa

Representantes do BID apresentam ações para mitigar problemas urbanos a partir de iniciativas responsáveis

A capital federal sediou o Seminário Implementações de Iniciativa Cidades Emergentes Sustentáveis (Ices) – enfoque, metodologia e ferramentas. O encontro, realizado no último mês, reuniu integrantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), representantes de cidades da América Latina e de municípios brasileiros, além de arquitetos, pesquisadores e urbanistas.

Em pauta estavam as ações que as cidades devem seguir para identificar problemas ligados ao crescimento urbano e resolvê-los a partir de iniciativas sustentáveis, incluindo as adversidades apresentadas pela mudança do clima mundial, como por exemplo, o aquecimento global.

O evento integrou as ações previstas no termo de compromisso assinado entre a Caixa Econômica Federal e o BID, em fevereiro deste ano, que viabiliza o apoio técnico e financeiro ao desenvolvimento sustentável de cidades brasileiras que se destaquem por seu crescimento econômico e demográfico.

De acordo com gerente nacional de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental da Caixa, Jean Benevides, a sustentabilidade é um pilar dentro desse novo modelo de gestão do banco. “Isso é muito importante para um banco que tem nas cidades, tradicionalmente, o seu espaço de atuação. A Caixa já é conhecida como o banco da habitação, da infraestrutura e das micro e pequenas empresas. Tudo isso acontece nas cidades e estamos com esse trabalho promovendo e destacando as cidades mais sustentáveis”, afirmou.

Até o final de 2014, o projeto de Ices será implantado em quatro cidades-piloto do país. O primeiro município a ser atendido será João Pessoa (PB). “Escolhemos essa cidade por sua posição estratégica”, afirmou Benevides. Na sua avaliação, a capital paraibana está voltada para projetos sustentáveis, com perspectiva de investimentos importantes. “É uma cidade do Nordeste que possui um potencial incrível a ser explorado”, acrescentou.

O projeto

O programa Ices, do BID, aplica metodologia multidisciplinar para lidar com desafios nas cidades emergentes da América Latina e Caribe. O programa visa integrar a sustentabilidade ambiental e fiscal e o desenvolvimento urbano e a governança.

O projeto piloto foi lançado em 2011. A metodologia Ices já foi aplicada nas cidades de Trujillo (Peru), Porto da Espanha (Trinidad e Tobago), Santa Ana (El Salvador), Montevidéu (Uruguai) e Goiânia. A meta é atender 26 cidades da América Latina e Caribe até 2015.


Iniciativa Cidades Emergentes Sustentáveis (Ices): ww.iadb.org/pt/

Também nessa Edição nº: 160
Perfil: Nicole Oliveira
Entrevista: Marcos Schwingel
Artigo: Responsabilidade compartilhada e resíduos sólidos
Notícia: Mercado sustentável (2013/06)
Notícia: Apoio à educação de qualidade
Oferta de Trabalho: Procura-se (06/2013)