Abertas as inscrições para Prêmios Empreendedor Social e Folha Empreendedor Social de Futuro 2015

Inscrições abertas até 17 de Maio

Inscrições abertas até 17 de Maio

Brasileiros criadores de iniciativas socioambientais inovadoras com mais de três anos de atuação já podem concorrer ao Prêmio Empreendedor Social. E os mentores de projetos mais recentes, com um a três anos, devem se candidatar ao Empreendedor Social de Futuro. 

Estão abertas as inscrições para a 11ª edição do Prêmio Empreendedor Social e para o 7º Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro (folha.com.br/empreendedorsocial). Mais importante e respeitado reconhecimento da América Latina para empreendedores socioambientais inovadores, o Empreendedor Social é promovido no Brasil pela Folha de S. Paulo, em parceria com a Fundação Schwab – correalizadora do Fórum Econômico Mundial de Davos e idealizadora da premiação no mundo. O concurso laureia líderes que encabeçam projetos sociais e ambientais existentes há mais de três anos e que já impactaram positivamente as comunidades onde atuam.

Já o Empreendedor Social de Futuro é dedicado aos candidatos de até 35 anos que estão à frente de iniciativas mais recentes, com um a três anos de atuação. Essa premiação foi criada exclusivamente pela Folha em 2009 e utiliza os mesmos parâmetros internacionais da Schwab para avaliar e contemplar propostas inovadoras que ainda precisam de visibilidade e de capacitação para aumentar sua atuação e influência.

“O Prêmio Empreendedor Social nos permite identificar e reconhecer líderes inovadores e com forte impacto social nas mais diversas áreas, como saúde, educação e meio ambiente. E o Brasil tem sido um ótimo exemplo, com muitos inscritos todos os anos”, destaca o diretor associado para América Latina e África da Fundação Schwab, Kenneth Turner.

Para o editor-executivo da Folha de S. Paulo, Sérgio Dávila, “a seleção rigorosa por que todos os candidatos passam, há mais de uma década, sob o comando da equipe de jornalismo da Folha, empresta credibilidade aos ganhadores. Com seus projetos de impacto, os empreendedores sociais da Rede Folha têm ajudado a transformar a realidade brasileira”.

Benefícios para finalistas e vencedores
As inscrições da edição 2015 vão até o dia 17 de maio, exclusivamente pelo site (folha.com.br/empreendedorsocial). Em seguida, o processo seletivo estende-se até o mês de outubro. E a premiação ocorre entre novembro e dezembro. Vencedores e finalistas dos Prêmios Empreendedor Social e Folha Empreendedor Social de Futuro terão seus perfis publicados em caderno especial que circula nacionalmente na Folha de S. Paulo, assim como no site da Folha. Todos receberão um kit com um extenso e completo relatório de avaliação, segundo os exigentes critérios das premiações, além de fotografias e vídeo jornalísticos sobre seu trabalho, para uso livre de divulgação.

Assessoria jurídica e de gestão e bolsas de estudo para cursos, congressos e seminários também fazem parte do pacote de benefícios. Os finalistas com idade inferior a 40 anos e que atenderem aos critérios estabelecidos pela organização Jovens Líderes Globais do Fórum Econômico Mundial serão indicados para o Fórum dos Jovens Líderes Globais. Todos os que tiverem entre 20 e 30 anos e que atenderem aos critérios estabelecidos pela organização Global Shapers do Fórum Econômico Mundial serão indicados para receberem o título de Global Shapers. No âmbito internacional, o vencedor do Prêmio Empreendedor Social participará, com despesas de transporte e hospedagem pagas, do Fórum Econômico da América Latina de 2016.

Os finalistas do Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro com menos de 40 anos e que atenderem aos critérios estabelecidos pela organização Jovens Líderes Globais do Fórum Econômico Mundial também serão indicados para o Fórum dos Jovens Líderes Globais. Os que tiverem entre 20 e 30 e que corresponderem aos critérios da organização Global Shapers do Fórum Econômico Mundial serão indicados para receberem o título de Global Shapers. O grande vencedor receberá bolsas de estudos, consultorias e aceleração de comunicação com o jornalista Gilberto Dimenstein, do Catraca Livre, entre outras oportunidades.

Os vencedores de ambas as premiações serão convidados a integrar a Rede Folha de Empreendedores Socioambientais, um seleto grupo de líderes sociais brasileiros altamente inovadores que interagem constantemente com apoio, fomento e divulgação da Folha de S. Paulo. Um dos finalistas dos dois prêmios ainda pode concorrer à premiação chamada “Escolha do Leitor”, em que o público vota pela internet no projeto de sua preferência.

CALENDÁRIO 2015 DOS PRÊMIOS:

  • Até 17 de maio: regulamento e formulário de inscrição preenchido, somente pelo sitefolha.com.br/empreendedorsocial
  • Até fim de outubro: processo de seleção
  • Novembro/dezembro: escolha de finalistas e cerimônia de premiação

INFORMAÇÕES E DÚVIDASempreendedorsocial@grupofolha.com.br

SITE PARA INSCRIÇÕESfolha.com.br/empreendedorsocial

Vencedores do Prêmio Empreendedor Social

2014: Claudio Sassaki e Eduardo Bontempo, Geekie – São Paulo (SP)
2013: Merula Steagall, Abrale (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia) – São Paulo (SP)
2012: Cybele Amado, Icep (Instituto Chapada de Educação e Pesquisa) – Palmeiras (BA)
2011: Gisela Solymos, Cren (Centro de Recuperação e Educação Nutricional) – São Paulo (SP)
2010: Roberto Kikawa, Cies (Centro de Integração de Educação e Saúde) – São Paulo (SP)
2009: Claudio e Suzana Padua, Ipê (Instituto de Pesquisas Ecológicas) – Nazaré Paulista (SP)
2008: André Albuquerque, Terra Nova – Curitiba (PR)
2007: Tião Rocha, CPCD (Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento) – Belo Horizonte (MG)
2006: Fábio Bibancos, Turma do Bem – São Paulo (SP)
2005: Eugenio Scannavino Netto, Projeto Saúde & Alegria – Santarém (PA)

Vencedores do Prêmio Folha Empreendedor Social de Futuro

2014: Carlos Wanderlan, Ronaldo Tenório e Thadeu Luz, Hand Talk – Maceió (AL)
2013: Alexandre Amorim, Diego Tutumi Moreira e Luiz Hamilton Ribas, Asid (Associação Social para Igualdade das Diferenças) – Curitiba (PR)
2012: Fernando Botelho, F123 – Curitiba (PR)
2011: Henrique Cardoso Saraiva, Luana Nobre e Phelipe Nobre, Adaptsurf (Associação Adaptação e Surf) – Rio de Janeiro (RJ)
2010: Wagner Gomes, Adel (Agência de Desenvolvimento Econômico Local) – Pentecoste (CE)
2009: David Hertz, Gastromotiva – São Paulo (SP)


Sites: folha.com.br/empreendedorsocial e www.schwabfound.org

Também nessa Edição nº: 189
Entrevista: Eduardo Odebrecht de Queiroz
Artigo: Fundação Itaú Social anuncia inscrições para o Prêmio Itaú-Unicef 2015
Artigo: A sustentabilidade na saúde começa antes dos hospitais
Notícia: ​​Projeto da Fundação Sinhá Junqueira prepara gestantes para a maternidade
Notícia: O que deu na mídia (edição 189)
Notícia: Anglo American investe R$ 30 milhões em preservação ambiental
Oferta de Trabalho: Oportunidades de trabalho