Saúde e cidadania

A edição 146 do Responsabilidade Social.com traz uma entrevista exclusiva com a presidente da Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro, Sonia Neves. Ela faz um balanço da atuação da instituição, que completou 18 anos no dia 24 de outubro. A unidade foi a primeira criada na América Latina e já ofereceu uma “casa longe de casa” para cerca de 2,7 mil crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer.

A seção notícia destaca uma ação pioneira no Distrito Federal. A partir do dia 26 deste mês a população de Brazlândia poderá realizar exames laboratoriais gratuitos. Os serviços serão ofertados pela Unidade Móvel de Promoção à Saúde do Instituto Sabin, que beneficiará populações menor renda e que enfrentam dificuldades de deslocamento. O micro-ônibus passará por outras sete cidades. A meta é atender 6 mil pessoas por ano.

O boletim também aborda a nova proposta de distribuição dos royalties do petróleo aprovado na Câmara dos Deputados no último dia 6 e que está no Planalto para sanção presidencial. O controvertido projeto, além de gerar uma disputa entre os estados produtores e o que não extraem a riqueza, também trouxe preocupação para as pastas de ciência e tecnologia e inovação. Dilma Rousseff tem até o dia 30 deste mês para bater o martelo.

Há, ainda, uma matéria sobre a mais nova edição da pesquisa do Ecosystem Marketplace. O estudo mostra que os preços dos créditos de carbono florestal dobraram em 2011. No ano passado, a modalidade registrou recorde no valor do mercado, alcançando a marca de US$ 237 milhões. O valor dos preços dos créditos saltou de US$ 5,5t/CO2 para US$ 9,2t/CO2.

O perfil desta edição é com Daniel Azeredo. Um trabalho iniciado há três anos e liderado pelo procurador da República no Pará, diminuiu o desmatamento ilegal em 40% e legalizou 60 mil propriedades rurais do estado. A ação se concentra na regularização das cadeias de produção da pecuária, da madeira e do carvão e motivou uma economia sustentável. dos recursos naturais e humanos.

Por fim artigos, O diretor presidente e publisher de Ideia Sustentável, Ricardo Voltolini, destaca que a verdadeira sustentabilidade é subversiva, pois propõe uma revolução nos modos de pensar e agir, nas estruturas de poder e hierarquias e – acrescento por minha conta – nas teses econômicas inflexíveis que nos têm trazido até aqui desde a revolução industrial. Sua principal transgressão, do ponto de vista empresarial, consiste no fato de que se contrapõe à lógica economicocêntrica.

Boa leitura!




Também nessa Edição nº: 146
Perfil: Daniel Azeredo
Entrevista: Sonia Neves
Artigo: Educação subversiva
Notícia: Ônibus levará serviços de saúde gratuitos a cidades do DF
Notícia: Más notícias para educação
Notícia: Crédito de carbono em alta
Oferta de Trabalho: Procura-se (11/2012)