Inovação social

O sócio da empresa de consultoria Caos Focado, Miguel Chaves, faz uma análise do cenário brasileiro em inovação social. Na opinião dele, o entendimento sobre esse conceito ainda é frágil no País e muitos acreditam que trabalhar nesse setor requer apenas caridade e não analisam a área como um negócio. Chaves mostra, em entrevista exclusiva concedida ao Responsabilidade Social.com, o potencial deste mercado e detalha projetos desenvolvidos pela empresa neste campo.

O boletim também destaca nesta edição uma medida tomada no DF para combater o racismo. A Secretaria Especial da Promoção da Igualdade Racial lançou o Disque Racismo, que recebe e acompanha denúncias de caráter discriminatório étnico-raciais e de intolerância religiosa.

Ainda em notícias, o boletim reporta que um relatório recente mostra que a energia produzida limpa não avançou nas últimas décadas. A quantidade de dióxido de carbono emitida por unidade de energia foi de 2,37 toneladas de CO2 por tonelada de petróleo em 2010. O índice de 1990 era de 2,39. A geração de energia movida a carvão cresceu 45% entre 2000 e 2010.

A seção mostra o trabalho realizado por Fabiana Xavier. A dentista foi homenageada pela Câmara Municipal de BH pelo trabalho missionário realizado com comunidades carentes da África e América Central. Mas o seu espírito solidário também tem um olhar local. Está em fase de finalização a construção de um consultório odontológico que prestará atendimento para população de baixa renda da capital mineira.

André Trigueiro aborda, em artigo, uma ferramenta criada para calcular a pegada ecológica. Trata-se de um questionário sobre os hábitos de vida e de consumo. Ao final, são apontados quantos planetas são necessários para sustentar uma pessoa. Segundo a Global Footprint Network, a população do mundo consome 50% mais de recursos naturais do que o planeta é capaz de repor.

Por fim em notícia, a o boletim destaca que a bióloga norte-americana Janine Benyus apresentou, durante simpósio, exemplos de tecnologias inspiradas pela natureza. Ela é pioneira em um campo de pesquisa emergente, a biomimética, que propõe aos cientistas usar a biodiversidade não como fonte de matéria-prima para a indústria, mas como fonte de ideias para a produção de produtos e de sistemas.




Também nessa Edição nº: 156
Entrevista: Miguel Chaves
Entrevista: Fabiana Xavier
Artigo: Pegada ecológica ajuda a registrar e controlar impacto do consumo
Notícia: DF luta contra o racismo
Notícia: Seminário em São Paulo mostra produtos inspirados pela natureza
Notícia: Energia suja
Oferta de Trabalho: Procura-se (04/2013)